Archive for maio, 2012

Simples assim

sábado, maio 26th, 2012

“Você verá que é mesmo assim, a história não tem fim…

… continua sempre que você responde sim à sua imaginação e à arte de sorrir cada vez que o mundo diz não”.

                                                                               Guilherme Arantes

 

Saudades

quinta-feira, maio 24th, 2012

Muita saudade da Dona Marieta… 11 anos sem dar um abraço na minha mamy é tempo demais.

Mas hoje me ocorreu que quanto mais esse tempo aumenta, mais perto fica o dia de ver minha mãe de novo… e dar nela um abraço do tamanho da falta que eu sinto.

Isso fez diminuir um pouquinho o vazio que enche  meu coração desde “aquele dia” … e que vira “monstro” no mesmo dia de cada ano desde então.

 

Branca de Neve

quinta-feira, maio 24th, 2012

Há alguns dias atrás um amigo muito querido aqui da empresa me fez um pedido: que eu pedisse à Coisa de Moça inspiração para fazer a maçã da “Branca de Neve” dele… a sobrinha linda que, segundo ele mostra nos olhos, é mais princesa para ele que a própria Branca de Neve… aliás, que qualquer princesa de qualquer história conhecida. Amor de tio… eu sei muito bem o que é isso.

E contando com o meu amor de tia pelas minhas três “Brancas de Neve”, além do amor que tenho por todos os sorrisos de todas as crianças desse mundo, e da minha loucura por inventar “coisas” e  “coisinhas” de moça, acabei passando uma noite bordando com lantejoulas, miçangas e amor uma maçã de tecido … que o tio Luiz Henrique, que nem preciso dizer o quantro admirei por isso, “se virou” para arrumar.

O resultado está aqui… não resisti:

A Branca de Neve mais linda do mundo, com a maçã feita com o maior carinho do mundo… e tudo porque, graças a Deus, ainda se fazem tios com antigamente.

Tio Tim

terça-feira, maio 15th, 2012

“Se você soubesse a falta que me faz…

Se soubesse, voltaria…

E não morreria nunca mais.”

Meu tio-amigo… tudo que eu queria era te dar o abraço mais forte do mundo, rir dos seus 60 anos e te chamar de velhinho… como fiz com meu pai.

Mas só o que posso e estou fazendo de todo coração é desejar que você seja hoje o cara mais feliz do mundo, e que não demore tanto para eu poder matar a GRANDE saudade que sinto de você.

Feliz Aniversário, Tio Tim.

I’ve learned how to speak English, as you asked me to do, just to tell you this way: I love you… so much.

Dia das mães

segunda-feira, maio 14th, 2012

“Se eu pudesse

Eu queria, outra vez, mamãe

Começar tudo, tudo de novo”

 

A última vez que vi, ouvi, abracei e beijei a minha mãe foi no dia 13 de maio de 2001… dia das mães.

A minha mãe mal conheceu a mãe dela, minha xará não por acaso, Dona Célia. Ela dizia ter muito poucas lembranças da convivência com a mulher que “era a mais linda do mundo”. Ela contava sobre risadas e brincadeiras… e mostrava nos olhos o orgulho da lembrança da mãe, que ela nos ensinou a amar e admirar também.

Então, a Dona Marieta não teve um exemplo de como ser mãe. Ela não aprendeu a ser a melhor mãe do mundo… mas foi. Sem exemplo e sem professora, a minha mãe soube ser tudo que nós precisamos e quisemos até a hora de podermos continuar sozinhas… e ter exemplos de sobra para seguir.

Se eu ainda tiver a alegria e o privilégio de ter um filho, tudo que eu peço a Deus é que eu possa e saiba seguir o exemplo da minha mamy. Diferente dela, eu tive o exemplo, a professora, a companheira, a amiga, o porto seguro.

A saudade fica por aqui até “aquele” dia em que vou abraçar a Dona Marieta de novo. Por enquanto, desejo do fundo do coração que ela tenha tido um dia das mães com toda a paz e a luz que ela merece… que o grande amor que eu tenho pela minha mãe tenha feito isso.