Archive for agosto, 2015

Eu não tenho nada

segunda-feira, agosto 31st, 2015

Estava voltando do almoço, e um rapaz sentado num degrau de qualquer lugar da rua falou comigo.
Moça, me ajuda a comprar um salgado? “To” com fome.
Não posso, Moço.
Continuei andando.
A cada passo ouvia mais e mais alto, sem o rapaz dizer mais uma palavra:
“To” com fome.
Não deu para dar mais de dez passos.
Parei, abri minha carteira e só encontrei uma nota de cinco Reais.
Voltei com o dinheiro na mão.
Moço, só tenho isso agora.
Moça, muito obrigado. EU NÃO TENHO NADA. Que Deus te abençoe.

… e mais saudade

quarta-feira, agosto 26th, 2015

Voltando a falar de amor, do grande e verdadeiro, a minha companheira, melhor amiga e um dos meus maiores amores foi embora.

Graças a Deus, tudo que eu pude fazer e dizer a ela eu fiz.

Agora, um vazio que não sei descrever, mais ainda menor que a gratidão por tudo que aprendi com a minha Brida querida.

A dor dela acabou, e a minha vai aos poucos ficar preenchida pela saudade boa e mais gratidão ainda pela lição de amor que essa pequena teve toda paciência e coragem para me ensinar.

 

Facebook